sábado, 20 de março de 2010

Dia do Pai- 19 de Março com Poesia


Embora publicada com 1 dia de atraso esta efeméride, o blogue poet'anarquista não esqueceu a data. Ontem foi-me completamente impossível a publicação, além do jantar de sexta-feira dos tertulianos, não quis também deixar de comparecer na inauguração da exposição "A Arte de Reaproveitar a Madeira" do artesão e amigo Claré. Será publicada posteriormente uma reportagem fotográfica e uma entrevista sobre o evento. Sobre o dia do pai seguem-se umas quadras que escrevi ao meu melhor amigo e também umas quadras escritas pelo meu velhote.

PAI

Neste dia dezanove de Março
Orgulhoso filho te felicita...
Com carinho, um terno abraço,
Fazendo votos para que se repita!

Pai, são para mim sagrados
Os ensinamentos desta vida...
Respeitosos, tão honrados,
E de humildade reconhecida!

De convicção religiosa
E uma fé inabalável...
Esta alma maravilhosa
É um pai inquestionável!

Na cadeia ou na doença
Se vê o verdadeiro amigo...
Devolveste-me a esperança
Quando foste ter comigo!

Pai, são três letras apenas...
Mas tanto que para mim são!
É das palavras mais pequenas,
Que não esquece o coração!!!

POETA (19.03.2010)


Neste dia tão bonito,
Com sentimento profundo
Rogo a Deus, pai infinito
Por todos os pais do mundo!

Dez mais nove de Março, hoje,
Dia do pai, pai querido,
Não penses que o tempo foge
Porque isso é tempo perdido!

JOSÉ GALHARDAS

Dia do Pai
S. José e o Menino

O Dia do Pai é celebrado em datas diferentes nos vários países do mundo. Em Portugal, assim como na Itália, é comemorado a 19 de Março, por ser o dia dedicado a S. José.

4 comentários:

Anónimo disse...

Muito bonito o gesto. Em questão de poesia é caso para dizer, tal pai... tal filho! Muito boas as quadras!!!

Admiradora secreta

Anónimo disse...

Estas quadras vão muito além
Da rima e da métrica
Inundadas de alma poética
E intensa razão de ser!!!...


Muito obrigada AOS POETAS!!!

Uma Alandroalense comovida.

xpto disse...

Ditosos Pais que tais filhos trouxeram ao Mundo.
Um abraço ao Srº José Galhardas
Chico

Anónimo disse...

Muito boas quadras sim senhor...